Revista Zé Pereira
Compre Aqui
Embarque

Mal Necessário

As portas da percepção

Arnaldo Branco

Uma coisa que nunca entendi em heróis como o Homem-Aranha e o Super-Homem é porque se submetem à jornada de trabalho e a remuneração de um jornalista. Os caras tem a capacidade de fazer o trabalho de dez homens (se a contabilidade é mesmo essa a Seleção Brasileira poderia ser Julio Cesar + Super-Homem) e escolhem justamente um que não precisa de um inteiro, pelo menos no que diz respeito ao cérebro.

Nelson Rodrigues dizia que ficava chocado com o barulho incessante das máquinas de escrever quando trabalhava em jornal - tinha a impressão que as Remingtons pensavam por seus colegas de redação, já que eles pareciam muito ocupados para se dar ao trabalho. É por aí.

Quem já passou pela experiência quase lisérgica de ser entrevistado sabe do que estou falando. Não existe técnica em nenhum estúdio de gravação que consiga o efeito de distorção da fala de que um jornalista é capaz. Só o o despreparo não pode explicar a total mudança de sentido de uma frase depois de processada pelo cérebro de um repórter - os caras devem captar outra frequência, como os cachorros.

A diversidade de idéias costuma confundir nossos bravos operários da palavra, que preferem suas próprias versões do fato não importa o quanto você tente oferecer a sua, e apesar do pequeno detalhe de ser você o entrevistado. Mas é recomendável não se queixar, porque se indispor com um deles é desafiar um esprit du corps só comparável ao que eles costumam denunciar no Senado e na Câmara.

Vivemos em um país democrático onde um semiletrado pode virar presidente, ou fazer carreira escrevendo sobre ele. A vantagem deste último é que nunca vai trair seu ideais - porque não lhe pertencem, de qualquer modo.


O ataque dos telepatas assassinos
Concorrência desleal
A morte do sapo
Disposição contrária
To be or to appear to be, that is the etc etc
Kill kill kill the poor
Home of the brave, land of the free
Patrulha de Elite
A questão do conteúdo
A inteligência em mãos erradas
O Brasil é um país sem o que mesmo?
Coleção primeiros passos: o que é didatismo
Humor anal
Um mundo de possibilidades
O Homem superando os meus limites